Kefalonia – Grécia

 

 

Kefalonia – a Ilha Jônica que superou nossas expectativas

Chegamos a ilha de Kefalonia, vindo de Zakynthos. Pegamos um ferry, com destino a Pessada e a viagem durou 1h e 30 min. No local tem táxi, ou quem vai alugar carro pode até ver com agências que já entregam por ali mesmo.

Aqui é maior e eu achei mais estruturada que Zakynthos, então, dessa vez, optamos por nos hospedar em dois lugares diferentes. Inicialmente ficamos um dia em Lourdata, que é mais no sul, hospedados no Ocean Front Studios. Lugar simples, mas gostamos de tudo e os donos foram gentis, ganhamos até vinho e uma geleia caseira muiiiito boa.

Dia 1

Conhecendo Lourdas Beach e Pessada

Como ainda era cedo, quando chegamos a ilha, deu pra aproveitar bastante o dia. Fomos almoçar em Lourdas Beach, que tem alguns restaurantes a beira mar. Lourdas Mare foi nossa escolha e curtimos a comida e o lugar.

Partimos pra uma praia que me encantou bastante. Pessada estava vazia, água bem calma e com um cenário muito lindo. Assim que você desce as escadas, pegue pro lado direito e vá andando até chegar numa parte mais tranquila ainda. Ficamos lá a tarde toda.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 2

Passando por Petani Beach e Agia Eleni

Fizemos o check-out e antes de irmos em direção a próxima hospedagem, passamos por algumas praias: Petani Beach, uma das mais famosas, mas que não demos tanta sorte, pois o mar estava bem agitado. Nem por isso tirou a beleza do lugar, que tem aquela cor de mar azul neon e é um lugar com barracas e mais estruturas pra quem pretende passar um bom tempo; e Agia Eleni, que é bem pertinho de Petani, mas pra chegar até ela tem que dar uma volta longa, e o mar também estava bem agitado, não conseguimos entrar.

Chegando em Fiskardo, nossa segunda hospedagem na ilha

Partimos então pra Fiskardo, onde nos hospedamos no Fiskardo Studios. Amamos a hospedagem, pegamos um quarto com uma varanda pro mar, além de tudo era bem organizado, novinho e tinha guarda-sol a nossa disposição.

No fim da tarde, fomos até Alaties Beach. Tem um bar bem legal, chamado Acqua alaties beach, que fica cheio, próximo da hora do por sol, e é muito lindo assistir por ali, seja sentado em uma mesa, na praia ou até em umas redes disponíveis (que foi nossa escolha).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 3

Uma praia inesquecível chamada Myrtos

Dia de conhecer a praia mais famosa da ilha: Myrtos. Que cor de mar! O lugar estava cheio, mas não lotado. Apesar de grande, não tem estrutura de bar e barracas, mas tem banheiros. Então, se for passar muito tempo, lembrar de levar bebida, comida e guarda-sol.

Depois seguimos pra praias mais próximas ao nosso stúdio: Foki Beach, linda e bem charmosinha, tem restaurante/bar perto; Emblisi Beach que também tem uma certa estrutura que vende comida.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 4

Passeio em Melissani Cave e uma parada em Antisamos Beach

Por volta de meio dia, fomos conhecer a Melissani Cave. O passeio é bem rápido: entra num barquinho e da uma volta conhecendo o local. O lugar é lindo, mas confesso que não me surpreendeu tanto e as fotos também não ficaram tão legais, devido a rapidez do passeio e a quantidade de gente no barquinho, meio que limita.

Por perto, tem uma praia bem legal com uma estrutura ótima. Antisamos é linda e passamos um bom tempo nela, curtindo as acomodações de um dos bares que fica na beira mar.

Andando por Assos e descobrindo novas praias

A tarde passamos em Assos, um lugarzinho muito fofo. Andamos pela cidade, tiramos umas fotos e depois decidimos ir em Kimilia Beach, mais próxima do nosso studio. O acesso já é mais difícil, você entra em uma estradinha de terra até uma parte onde estaciona o carro. De lá você segue a pé, por uma parte tipo uma mata, até chegar na praia. Eu achei ela muito linda e a hora que chegamos só tinha umas cinco pessoas. Andando mais um pouquinho, você chega em Dafnoudi Beach, que também é muito linda e tranquila e pode encontrar gente praticando o nudismo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 5

Alugando um barco e aproveitando melhor o último dia

Último dia pra aproveitar e decidimos alugar um barco, em Fiskardo, pra conseguir curtir melhor. Mais um barquinho alugado (acho que isso vicia), mais aventuras e bons momentos (pra quem não sabe, nessa mesma viagem, fomos a Croácia e também alugamos por lá). Deu pra curtir várias praias próximas a Fiskardo: Emblisi, Kimilia, Dafnoudi, Foki, Evreti e ainda fomos a uma ilha, chamada Ithaka, achamos uma praia vazia, linda e com uma água perfeita. Ficamos por ali um bom tempo, descemos com nossas comidas, coisinhas e guarda-sol.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E assim terminou nossa estadia nessa ilha maravilhosa. Recomendo muito conhecer esse lugar e venha com tempo, achei cinco dias ideal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dicas

Aquelas dicas valiosas

– Alugar carro é sem dúvida a melhor opção de locomoção pela ilha. Alugamos no aeroporto, mas pra quem chega pelo porto, tem a opção de pegar por lá e deveríamos ter feito isso.

– O Studio que ficamos em Fiscardo é um pouco concorrido, eles tem site e fechamos diretamente por lá. Valeu muito a pena a hospedagem e ainda tínhamos descontos em um restaurante e algumas lojinhas próximos ao studio.

– Em Alaties Beach, quem for ver o pôr do sol, pode reservar uma mesa (muita gente faz isso e o bar fica lotado, principalmente as mesas que ficam de frente para o mar). Não sabíamos da reserva, mas conseguimos curtir deitados nas redes que eles disponibilizam entre umas árvore e com uma vista perfeita). Pedimos uma garrafa de vinho branco e pelo que eu lembro, valeu a pena.

– Essa bóia mara de melancia, compramos em uma barraquinha que fica na entrada pra praia de Myrthos (quando você passar por ela, saberá. Tem muitas opções legais).

– Kimilia Beach eu achei muito fofa e bem tranquila, além de ótima pra quem tiver máscara e snorkel e quiser explorar o lindo mar.

– Sapatilha pra proteger os pés das pedras, acho bem útil.

– Andar com comida e água é fundamental, muitas praias não tem estrutura.

– Alugamos o barco em Regina rent a motorboat, custou uns 80 euros (50 euros o aluguel mais o combustível por fora). Ela disponibiliza, cooler com suco e água, snorkel e máscara e o barquinho é bem estruturado.

– Não deixe de provar o prato típico de lá, moussaka. Provamos o do Apagio restaurant, em Fiskardo, e estava ótimo.

19 Comments

  1. Gente que post maravilhoso! Amei a viagem de vocês e as dicas. O vídeo ficou ótimo e as fotos estão surpreendentes. Estou louca para conhecer esse paraíso, gostei da ideia do aluguel de barco e da boia rsrs. Parabéns pelo post. Beijos

  2. Essa praia Myrtos é um sonho!!! Na verdade as ilhas gregas são um sonho! Obrigada por todas as dicas e detalhes no post. Me ajudou muito a planejar a próxima viagem a Grécia. 😉

  3. Já apaixonei desde a foto de capa. Quem não sonha com uma viagem à Grécia? Dicas super úteis e organizadas. Adorei! Já não vejo a hora de comprar uma passagem e cruzar o oceano pra encontrar esse mar azul hipnotizante

  4. Ahhhh já sei onde vou retomar a leitura quando eu finalmente fechar uma viagem para a Grécia! Aqui mesmo… genty, cada foto linda dessas praias gregas… e essa cor de mar? Belíssimo! Parabéns pelo post e pelas dicas, sempre valiosas!

  5. Ainda não conheço a Grécia, mas sou completamente apaixonada por esse lugar rs
    Lendo o seu post, eu fiquei com mais vontade de visitar esse paraíso 🙂

  6. SOCORRO! o que são as fotos desse lugar??? Ave Maria, fiquei aqui babando! Quero ir pra Grecia agora! kkkk Adorei o roteiro de vcs, e as dicas! Quanto tempo ao todo vcs ficaram na Grecia?

  7. Meu Deus do céu, que cor de água é essa? Isso é real. Quando fui a Grécia não tive a oportunidade de visitar as suas praias e pelo jeito preciso voltar o quanto antes. Adorei as dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *