Zakynthos – Grécia

Zakynthos – Grécia

Já começo dizendo que aqui é um paraíso. Nunca vi um azul do mar, tão perfeito, como vi nessa ilha, especificamente em Navagio Beach. Sério, o azul era fosforescente e brilhava fora do normal. Além de toda essa beleza, o clima tranquilo desse lugar, as pessoas muito receptivas, tanta coisa contribuiu pra esse lugar ser tão especial.

Chegamos no dia 13 de junho de 2017 e ficamos até o dia 17. Estávamos, em Dubrovnik, na Cróacia e viemos de avião, pela cia Olympic air (a passagem saiu 216 euros o casal, mais 40 euros por duas malas de até 23kg). Fizemos escala em Atenas (gostei muito do aeroporto).

Nos hospedamos em uma praia chamada Amoudi. Lugar bem tranquilo, simples e a praia está longe de ser badalada, mas nem por isso é pouco bonita, aliás, é muito fácil encontrar praias belíssimas totalmente vazias por toda a ilha, basta sair observando possíveis caminhos. Ah, a explicação por termos escolhido essa localização: tentamos escolher um lugar que fosse meio que no caminho para todos os outros que colocamos em nosso roteiro. E digo: acho que valeu muito, não precisávamos ir de uma ponta a outra em um único dia.

Nesse mapa, mostra nossa estratégia de deslocamento pra cada dia:

• Dia 1: Chegamos a noites, pegamos o carro no aeroporto (já havíamos reservado antes) e fomos pra nossa hospedagem, no Calypso Studios. Jantamos por perto e compramos comida e água no mercadinho da esquina.

• Dia 2: Fazia um dia lindo, muito sol, sem nuvem alguma, então, resolvemos ir logo visitar o mirante Navagio beach (Shipwreck view). Chegamos lá por volta de 13h, não tinha quase ninguém e a vista estava simplesmente surreal. Tem um mirante de metal, bem pequeno, nem perca tempo indo lá, fica apertado de gente e a vista não é boa, corra logo pra lateral seguindo umas trilhas, que aí sim tem um visual merecido.

Seguimos pra Porto Vromi (uns 20 minutos) e fizemos o passeio, saindo as 14h, pra Navagio. O ticket compramos na hora e custou 12 euros. O percurso é lindo, cada paisagem… Ficamos uma hora na praia e na volta, o barco vai entrando e mostrando as Blue caves.

Decidimos seguir pra Limionas. No caminho, paramos pra almoçar em um restaurante que indico muito: Galaxy traditional cusine. É aquele lugar simples, onde toda a família trabalha e faz tudo com muito carinho. Fomos muito bem tratados e a comida estava maravilhosa (Bernardo comeu polvo e eu, peixe), ainda ganhamos sobremesa e muita conversa com o pessoal de lá.

Limionas é uma praia belíssima que eu queria muito ter voltado outro dia (o que dificulta voltar a um lugar é que as estradas são muito estreitas e com muita curva, além da distância). Chegamos no fim da tarde, estava bem vazio. Tem restaurante/bar perto e é ótima pra assistir o por do sol.

Este slideshow necessita de JavaScript.

• Dia 3: Dia de conhecer Keri Beach. É dessa praia que saem passeios para Marathonisis, uma ilha pequena e bem próxima. No trajeto do barco, vimos algumas tartarugas. Passamos uns 45min curtindo a ilha, que é lindinha e tem barco/barraca vendendo bebidas e comidas. Depois veio a parte que mais gostei: conhecer as Keri caves e parar perto delas pra mergulhar por uns 20 min (só achei pouco tempo).

Demos uma passadinha em Agios Sostis, próximo da badalada Laganas, pra conhecer Cameo Island, uma ilha particular bem gracinha, mas que paga pra entrar. Apenas atravessamos a ponte e tiramos umas fotos por lá, pois  já ouvi dizer que não vale a pena a entrada (tem um bar legal, mas as vezes rola evento, tipo casamento, e os espaços ficam limitados).

• Dia 4: Tiramos o dia pra conhecer várias praias lindas bem perto uma da outra. Começamos por Makris Gialos, muito lindinha, com pouca gente. Levamos esteira, guarda-sol, comidinhas, kindle, snorkel e máscara, apenas curtindo o lugar.

Depois, pegamos o carro e “achamos” uma praia linda e vazia. Ela era toda de rocha, não tinha areia. Água super transparente e muito massa pra mergulhar com máscara. Ela se chama Mikro Nisi e fica bem abaixo do restaurante/café El Sueño, é só descer uma escada de madeira.

Seguimos para a famosa praia com cheiro de enxofre, Xigia. Muito linda, a cor da água bem parecida com Navagio Beach e, pelo menos no dia que fui, o cheio não estava forte. Só achei a água mais geladinha, comparando com as outras.

Proxima parada: Pelagaki beach e Lithari beach, chegamos já no fim da tarde e estavam praticamente vazias. Lindas, viu? Voltaria nelas outro dia se tivesse tempo. E em Pelagaki tem estrutura de barraca vendendo comida, bebida e alugando cadeiras… Pra achar essas belezas, não tem sinalização fácil. A entrada fica logo após uma curva bem acentuada (quem ta vindo de Makri Gialos sentido Zakynthos Town), então fique bem atento a avistar uma estradinha de terra, pode entrar nela.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como o dia dura muito, escurece por volta de umas 21:30h, decidimos subir pro norte, em direção a Skinari. Tem um moinho lindo lá, que dá até pra ficar hospedado nele (deve ser muito bom, chama-se skinari windmill). Bem ao lado, tem um restaurante com uma escada que desce até um mar maravilhoso pra mergulhar e saltar de uma pedra alta (pra quem curte). Lá embaixo também tem estrutura com cadeiras e serviços do restaurante.

• Dia 5: Dia de pegar o ferry com destino a Kefalônia, outra ilha grega, que fica cerca de 1h30min. Há dois horários de embarque: 9:45 e 19:45. Escolhemos o da manhã. O ticket, compramos dois dias antes, em Zakynthos Town (é fácil achar). O ferry sai de Agios Nikolaos e chega em Pessada (Kefalonia).

• Dicas gerais:

– Alugue carro. É o jeito mais prático de se locomover pela ilha. As praias são distantes umas das outras e sinceramente, não vejo opção melhor.

– Ande sempre com comidinhas e água. Muitas praias nao têm estrutura e não vendem nada.

– GPS ajuda e muito. Achei a sinalização não muito boa pelas ruas. Usamos Waze sempre, pra tudo. O chip, do celular, compramos no aeroporto de Atenas, foi barato e serviu por toda nossa viagem pela Grécia (18 euros, 5G).

– Nossa hospedagem valeu demais. O lugar era simples, mas com conforto suficiente e ainda tinha vista pro mar. Os donos, um casal gente boa demais. Ainda deixavam a nossa disposição, guarda-sol.

– Compre “sapatilhas” pra usar nas praias. Não é frescura, o pé dói muito nas pedras.

– Pra quem gosta de observar o fundo do mar, vende mascara e snorkel em toda esquina e vale a pena.

19 thoughts on “Zakynthos – Grécia

  1. ameeeei esse post!!!! fiquei com os olhinhos brilhando aqui, morrendo de vontade de fazer um roteiro igual *_* ainda mais indo da Croacia, q eh tb meu sonho conhecer!!!

    1. Bernardo Barbosa Reply

      Eu amei o roteiro de fizemos! A Croácia é demais e a Grécia um paraíso! Pode fazer sem medo =)

  2. Que sonho esse lugar! Ta definitivamente no topo da minha lista… O video ficou show mais uma vez tbm, parabéns casal!! Beijoss 😀

    1. Bernardo Barbosa Reply

      É um sonho! Chegou no fim da viagem e não queríamos sair desse lugar =/

  3. Gente, esse lugar parece de mentira né? Pelamordedeus! Gostei muito das fotos e das dicas, principalmente essa gerais do final do blog. São essenciais pra ter uma ida até lá tranquila.

    1. Bernardo Barbosa Reply

      Parece mentira e ao vivo é tão perfeito, que eu, de fato, nem imaginava tamanha beleza!!

  4. Raquel Alice Reply

    Tô chocada com a beleza desse lugar! Nunca tinha ouvido falar e agora estou super apaixonada e ja quero visitar haha.
    P.S Adoro os vídeos que vocês produzem <3

    1. Bernardo Barbosa Reply

      Obrigada, Raquel. Fazemos o vídeo com muito carinho. Essa ilha é incrivelmente linda, pode visitar =)

  5. Fiquei ainda mais apaixonada pela Grécia, quero muito conhecer. E esse mar, que escândalo!!! As comidas têm uma cara ótima… preciso voar pra lá.

    1. Bernardo Barbosa Reply

      A cor e a beleza dessa praia é surreal! Indico a todos essa viagem =)

  6. Que lugar surreal, olha a cor desse mar, não existe hahaha, agora essa praia com cheiro de enxofre foi pra matar heehehe, um lugar tão bonito desse nem imagina um luxo desse rsrsrs, o vídeo de vocês ficam excelente, adorei o post

    1. Bernardo Barbosa Reply

      Obrigado! Essa praia foi uma das mis lindas que ja fomos. E a praia com cheiro de enxofre, nem achamos tão forte e dizem que faz bem pra pele a água assim kkk

  7. Que destino incrível! Essa praia parece pintura com esse azul, é realmente um paraíso. Boas dicas para quem ainda não conhece nada da Grécia como eu. Parabéns pelo post, as fotos e o vídeo ficaram ótimos também!

  8. Caroline Rivera Reply

    Geeeente, que delícia de lugar! Tudo azul, tudo lindo, estou babando.
    E que maravilha essa vídeo, ficou super maravilhoso, morrendo de vontade de um mergulho desse. Queeeeero.

    Babeiiii no post, parabéns!!!!

    Beijos

  9. Débora Reply

    Só o vídeo desse paraíso já me deixou boquiaberta! Adorei seu roteiro e dicas, não vejo a hora de conhecer esse lugar!

  10. babei no seu post, que viagem incrivel. to querendo ir a Grecia ano que vem e seu post vai me ajudar muito! o unico problema é que não dirijo, entao nao sei como farei pra me locomover de uma praia a outra…..

  11. Morri com esse roteiro!! Excelente, vontade de fazer um igual! A Grécia é realmente sensacional, e adorei todas as dicas! Super bem explicado o post. Beijos

  12. A os melhores videos não canso de elogiar… só de ver o teaser já da vontade de conhecer… Bem nem tem o que comentar sobre o lugar né apenas que é o paraíso… Um mar lindo e espetacular desse ja deixa qualquer um de queixo caído. Adorei as dicas, vocês mandam muito bem ! Grande Abraco !

  13. Que delícia de post!! Já tinha vontade de voltar para Zante, imagine agora! Fiquei apenas 3 dias e não pude visitar tantas praias, mas Navagio é simplesmente surreal e Limnionas foi um dos melhores mergulhos da vida. Já salvei esse post para quando planejar minha volta!

Post Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Search