Peru

Peru

Começo relatando que o Peru é aquele tipo lugar que me chamava atenção e sempre me deixava com uma vontade de conhecer. Com certeza é um país que vale a pena visitar, muito rico em cultura, uma das melhores (para mim a melhor) gastronomia do mundo, mas a impressão que tive é que não é um lugar que pode agradar todos os gostos, então é bom ficar ligado na particularidade de cada região. A maioria dos passeios envolve muita caminhada e subidas que cansam um pouco. Ao planejar a viagem, aconselho ficar atento as melhores datas para visitação de Machu Picchu (em geral de abril a outubro), pois dependendo da época, a vista pode ficar comprometida.

Cusco

Nossa primeira parada foi em Cusco e escolhemos essa cidade como base para conhecer os outros lugares próximos. Chegamos bem cansados da viagem longa, comemos no hotel, tomamos chá de coca e fomos dormir. Aliás, descansar assim que você chega é essencial por causa da mudança de altitude (3.400m acima do nível do mar). O chá de coca ajuda bastante e nos próprios hotéis eles oferecem gratuitamente. Seguimos bem todas essas “regrinhas” e não tivemos problema algum, mas conhecemos pessoas que passaram mal e até desmaiaram. Enfim, melhor prevenir, né? DESCANSE! A cidade é bem fofinha, ótima pra caminhar e observar as estruturas, mas quando você se afasta mais do centro, a arquitetura já não é tão atraente. A Plaza de Armas é a principal da região, tem restaurantes legais por perto, casa de câmbio, agências de turismo e é onde encontra-se a catedral.

Passeios em Cusco

Pela cidade há varias agências de turismo e fechamos passeios em alguma delas (aparentemente são todas do mesmo estilo). O primeiro passeio pra conhecer Cusco, compramos com o taxista que nos levou ao hotel quando saímos do aeroporto. Saiu um pouco mais caro que fechar em agência, fica a dica pra não fechar logo de cara. Começou a tarde, tudo com guia explicando a história dos locais, arquitetura, lendas, etc. Conhecemos o convento Santo Domingo (construído sobre as ruínas do Qorikancha – principal templo inca), Tambomachay (onde há cascatas entre as rochas, conhecido também como Baño del Inca), Sacsayhuaman (um dos mais importante sítio arqueológico do pais, formado por grandes rochas). Interessante conhecer esses locais e entender um pouco a história desse povo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vale Sagrado

É um passeio que vale muito a pena, com paisagens lindas e uma verdadeira aula de história, mostrando as marcas da cultura inca, apesar de longo e um pouco cansativo, pois saímos pela manhã e retornamos a noite. Fechamos com uma agência de turismo que já vinha almoço incluso no pacote. Fomos de micro-ônibus com um guia bem engraçado e no caminho paramos em uma feirinha de artesanato e aproveitamos para ir ao banheiro e comer alguma besteira (o milho do Peru é incrivelmente delicioso e viciante).

Iniciamos por Pisaq, a 33km de Cusco, 2.972m acima do nível do mar, conhecido por seu observatório astronômico. Partimos para o almoço, um grupo desceu com a gente em um restaurante com buffet livre, só bebida não estava inclusa, e outro grupo foi pra outro restaurante. Ficamos esperando o ônibus retornar, do lado de fora com as outras pessoas e resolvemos sentar na escada. Para nossa “sorte”, a galera foi embora e deixou a gente, ficamos sem saber o que fazer e só nos restou esperar, até que um garçom, do restaurante que estávamos, nos deu o celular dele, o guia estava na ligação. Resumindo o fato, tivemos que pegar um táxi e encontrar o grupo no próximo ponto turístico: Ollantaytambo a 60km de Cusco, 2.792m acima do nível do mar, um lugar impressionante, com muitas subidas.

Por último, já de noite, paramos em Chinchero, pequeno povoado a 30km de Cusco e 3.762m acima do nível do mar, observamos os artesanatos, a praça principal com sua igreja, ruínas e entendemos um pouco da história local.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trem pra Macchu Pichu

Partimos para Machu Picchu de trem, pela manhã logo cedo, compramos os tickets de ida e volta pelo site da PeruRail, ainda no Brasil. A viagem dura de 3 a 4h, é longa, mas achei confortável e a vista ao longo do percurso é bem bonita. O destino final é Aguas Calientes e de lá, ainda tem que pegar um ônibus pra subir até Machu Picchu (custa cerca de 12 dólares e a subida dura 20min). Há ainda quem se hospede em Aguas Calientes, pra evitar essa viagem toda em um único dia, mas preferimos o bate-volta e foi muito de boa.

Machu Picchu

O ingresso pra entrar em Machu Picchu compramos pelo site do parque. Há vários guias oferecendo passeio, na entrada, e realmente vale a pena porque eles explicam tudo bem direitinho. O lugar é incrivelmente lindo, vez ou outra você sente um cansaço, devido a altitude, e uma dica muito importante é não esquecer de passar repelente. As vezes você nem sente os mosquitos, mas pode se chocar quando reparar nas marcas (parecem bolhas de sangue) que ficaram pelo seu corpo e na coceira que dá posteriormente.

Vale a pena pegar um guia, lá você pode fechar com grupo e assim fica mais barato. Logo na entrada tem uma parte para carimbar o passaporte com o selinho de Machu Picchu.

O vilarejo de Aguas Calientes é muito bonitinho e bem rústico, vale a pena dormir por lá também.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lima

Nos hospedamos em Miraflores, achei o bairro muito bom, nosso hotel era próximo ao Shopping Larcomar, que tem uma vista belíssima e possui uma enorme área ao ar livre. Fazíamos praticamente tudo a pé. Passeamos pela orla, observando a paisagem, até chegar ao Parque Del Amor, muito fofinho. Em Miraflores achei tudo muito organizado, limpo e seguro.

Conhecendo a MISTURA, maior feira gastronômica da América Latina:

Que sorte a nossa! Fomos parar em Lima, exatamente na época dessa feira gastronômica, MISTURA, muito famosa e maravilhosa (acontece todo ano no início de setembro). Vários chefes renomados, pratos premiados, shows, tudo muito organizado. A feira era dividida por setores e passamos por todos eles. Comemos um dos melhores ceviche de todos os tempos, um cordeiro que estava com uma fila gigante, mas decidimos esperar e a recompensa foi ótima. A seção de pisco, a famosa bebida peruana, dava direito a muita degustação de pisco sour (é como se fosse a caipirinha deles). Pra quem gosta de cerveja, tinha uma área só com as cervejas locais. Caso sua viagem caia na época dessa feira, não deixe de ir, é tipo uma parada obrigatória.

Barranco

Pegamos um ônibus em Miraflores e descemos em Barranco. Inicialmente já achei um local interessantes e calmo, pelo menos durante o dia, pois estava meio vazio. Começamos a andar, sem roteiro certo e fomos conhecendo pontos interessantes como a Puente de los Suspiros, pinturas pelas paredes, vista pro mar… A noite resolvemos voltar ao local, já que é famoso pelos bares, restaurantes e vida noturna. Entramos no Santos Café e ficamos numa varandinha bem agradável, tomando alguns drinks e comendo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dicas

  • Programe-se com antecedência. No fim das contas, não foi uma viagem barata como imaginávamos no início do nosso planejamento.
  • Aquelas mulheres com roupas típicas e cabritinhos oferecendo foto, cuidado: elas pedem qualquer coisa no inicio, mas depois ficam no seu pé tentando ganhar mais grana. Na verdade o povo de lá gosta de pedir “propina” por qualquer coisa. Até uma foto que tiramos de uma artesã trabalhando fomos “cobrado”.
  • Lembrar de levar na mochila, pros passeios: comidinhas, água, repelente e casaco.

 

Gastronomia e bebidas

  • A comida Peruana foi a melhor de todos os lugares que já visitei.
  • Ceviche incrivelmente, maravilhosamente gostoso (todos que comemos)
  • ja comentei do milho. Tem uma espiga gigante e é delicioso.
  • A cerveja Cusqueña é bem famosa e já foi considerada uma das melhores do mundo.
  • Pisco é a famosa agua ardente obtida da destilação da uva. O drinque do sucesso é o pisco sour, nada mais nada menos que a mistura de pisco, sumo de limão, açúcar, clara de ovo e gelo. Eu gostei =)

 Restaurantes

Cusco

Morena – MUITO BOM! Ele está em 3º lugar no ranking do TripAdvisor, vale a pena conhecer.
Sara (orgânico) – Pedimos o menu fechado (entrada + prato + sobremesa). Muito bom e não é caro.

Lima

La PlazitaFoi um dos primeiros que fomos, o ambiente é bem legal e a comida muito boa, vale a pena.

Mama Olla – É difícil falar qual foi o melhor restaurante que comemos no Peru, mas acredito que esse foi o nosso preferido.

Santos Cafe & Espirituosos – Fica em Barranco, lugar agradável, bom pra beber e comer petiscos.

Sangucheria la Lucha – É uma sanduicheria peruana bem famosa, os sanduíches são incríveis a batata frita também. Tem em vários lugares.

Hotéis
Cusco

Taypikala Hotel Cusco – Esse foi o hotel que ficamos em Cusco, pagamos US$ 264,35 por 5 diárias em setembro. A localização era boa e o hotel também.

Lima

• Hotel Miraflores Lodge – Em Miraflores tem muitos hotéis para todos os bolsos. O hotel que ficamos era simples, parecia um casarão reformado. Mas em geral gostamos bastante. Pagamos US$ 204 por 3 diárias.

Talvez interesse

• Viajamos no início de setembro de 2015
• LIMA/CUSCO/LIMA – Compramos pela TAM e voamos pela LAM (a vantagem de comprar na TAM é que divide). Achamos as passagens caras, pagamos: R$ 1.097,25 (total por pessoa com taxas).
• TREM DE CUSCO PARA AGUAS CALIENTES (Machu Picchu) – US$ 77 IDA e US$ 80 a volta. Total de 157 dólares por pessoa + a subidinha do ônibus + ticket para Machu Picchu. Ou seja, é um lugar incrível mas não é barato.

18 thoughts on “Peru

  1. Muito legal o post de vocês queridos! Estou trabalhando em um roteiro personalizado e já vou anotar algumas dicas! 🙂

  2. Julia Salce Reply

    Ainda não conheco o Peru, mas estamos começando a pensar em uma viagem para lá… temos um amigo brasileiro que casou com uma peruana e virou guia! Legal, ne? Mais um motivo para ir pra lá logo rs… E seu post instigou ainda mais minha vontade.
    Quero muito conhecer Machu Picchu, mas prefiro ir de trem também… sobre os “pedintes”, realmente eles tão em todos os lugares. Cobram até se você olhar rsrsrs

  3. que legal, todas as dicas que eu estava precisando. Estou louca pra organizar uma viagem pro Peru ano que vem. Pensei em 4 dias, vc acha que está bom assim?

    1. Bernardo Barbosa Reply

      Olha, acho 4 dias pouco se você quer conhecer mais de um destino. Acho que é uma viagem que merece, no mínimo, uma semana =)

  4. Muito massa seu post! estou planejando uma viagem para la, em breve, vou utilizar todas as suas dicas!!!

  5. Excelentes dicas! Eu simplesmente amei conhecer o Peru, um país fantástico, de muita história e paisagens de tirar o fôlego!! E o post de vocês está bem completo! demonstrando as principais atrações, gostei muito! obrigada por compartilhar conosco!

  6. A gente sempre lê muito sobre o Peru, mas poucas vezes é assim, tão bem esclarecido.
    Gostei muito da estrutura do blog.
    Abraços.

  7. Peru vem subindo ao meu conceito e aquele medinho da altitude tá indo embora. Morro de vontade de conhecer. Aquele lugar cheio de história e uma comida deliciosa né? humm… adorei seu post, vou salvar aqui pra mostrar para o Paulinho. Não vejo a hora de poder ir. beijos

  8. Peru é um destino que preciso ir 🙂 As dicas foram bem legais.. não sabia que poderia passar mal desse jeito :/ então melhor prevenir neh?! e descansar bastante. Post muito bom!

    1. Bernardo Barbosa Reply

      É bom se prevenir sim, a altitude realmente a gente sente e se não relaxar, pode passar mal de verdade

  9. Débora Savaget Reply

    Adorei saber mais sobre o roteiro de vcs! Machu Picchu está no topo da minha lista, pois ano passado ia e precisei cancelar na última hora. Então é sempre bom ler as dicas pra estar bem preparada pra quando eu for 🤗

  10. O Peru deve ser um destino incrível! Quero muito conhecer Machu Picchu, mas como você disse temos que nos planejar bem pois não é um destino tão barato, ainda mais se for querer conhecer as principais atrações. Esse roteiro de vocês foi feito em quantos dias?

    1. Bernardo Barbosa Reply

      Fizemos em 10 dias e creio que foi um tempo bom. Menos que isso, talvez fique muito corrido =)

  11. Eu também tenho vontade de conhecer o Peru, alias sempre esta na meus planos, mas acabo me rendendo a outro destino. Ano que vem vamos para Patagônia, depois que sabe não escolhemos o Peru. Machu Picchu é sonho né acho que todo mundo quer conhecer, e com as dicas de vocês ja vai ser mais fácil. Parabéns pelas fotos ficaram lindas !

  12. Adorei o post! Amei todas as indicações de restaurantes, já está tudo anotado para a minha viagem. Ansiosa pelo Peru!

  13. Raquel Alice Reply

    Ainda não conheço o Peru e não tinha em mente conhecer por agora. Mas, este post me convenceu a planejar uma viagem para o Peru. Adorei o seu relato, principalmente a parte da gastronomia haha e, as fotos ficaram lindas!

  14. Um caso de amor e amor com o Peru. Um dos países mais incríveis que eu já visitei na América do Sul. Belos registros e dicas, principalmente a parte dos restaurantes. #adoro

  15. Caroline Rivera Reply

    Babando nas fotos.
    Peru deve ser demais, que lugar maravilhoso. Machu Picchu deve ser uma paraíso à parte. Sou doida para conhecer.
    Parabéns pelo post top demais.
    Beijokas

Post Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Search