Madri: roteiro de 3 dias

Madri: roteiro de 3 dias

Madri – um roteiro básico pela capital da Espanha

É o tipo de cidade que divide opiniões. Antes de conhecê-la, já ouvi diversas opiniões: uns amam outros não gostam.

Na mesma viagem, passamos duas vezes por ela, no início (passamos 1 dia) e no fim (passamos 3 dias). As duas passagens me deram impressões diferentes. Inicialmente, confesso que não foi um lugar que me impressionou tanto. A segunda passagem foi diferente, pude conhecer melhor e andar por partes mais interessantes e achei muita coisa linda. Resumindo, voltaria a Madri. Curti o lugar e ainda queria ter explorado mais.

Parada obrigatória no Mercado de San Miguel

Na primeira parada em Madri, chegamos a tarde e iríamos pegar um voo no outro dia a noite para o Marrocos. Jantamos e dormimos pra acordar mais cedo e aproveitar todo o outro dia.

Iniciamos visitando um lugar bem turístico, que vale a pena conhecer, mas vou logo avisando que não achei nada barato: Mercado de San Miguel. Comemos umas tapas gostosinhas, uns mini salaminhos trufado e um sanduíche de jamón.

Depois seguimos pela Gran Via, a principal avenida da cidade. Passamos pela Plaza Mayor, um ponto turístico bem conhecido, com prédios antigos bem no estilo europeu.

Jardins do Retiro: uma agradável surpresa

Andamos mais um pouco até a Puerta de Alcalá, um monumento que fica na Plaza de la Independencia e é lindo e bem conhecido. Bem próximo, encontramos os Jardins do Retiro (ou Parque do Retiro), espaço bem grande, com muitas árvores, plantas, estátuas, fontes, ainda tem o Grande Lago, onde há barquinhos que podem ser alugados (fizemos isso e foi muito bom, o clima desse lugar é maravilhoso).

Encerramos nossa primeira visita a Madri.

Retornando a Madri

A segunda parte fizemos em 2 dias.

Triângulo de Arte de Madri: região dos principais museus

Dia 1 – Chegamos a tarde e encontramos uns amigos que estavam em Madri. Decidimos rodar um pouco pela região que abriga os três principais museus da cidade, conhecidos como triângulo de Arte de Madri. São eles: Museu Nacional do Prado, Museu nacional centro de arte Reina Sofia e Museu Thyssen-Bornemisza. Não visitamos nenhum, pois as filas estavam grandes, mas já quero conhecê-los. Ainda soube que tem como visitar os três de forma gratuita (tem dias e horários específicos pra isso).

Paramos em um pub pelo caminho e a noite fomos em um Rooftop bar chamado Radio ME Madrid, fica na Plaza de Santa Ana. Passamos pouco tempo, estava ventando bastante, mas a vista é linda.

Catedral de la Almueda, Palácio Real e Templo de Debod:

Dia 2 – Aproveitamos pra andar bastante. Passamos pela linda Catedral de la Almudena (Santa Iglesia de Santa Maria de la Real de la Almudena). A entrada é gratuita e ela é linda. Também tem um museu e pode subir até a cúpula, comprando ingresso que custa 6 euros.

Bem próximo, tem o Palácio Real de Madri que é a residência do Rei da Espanha (apesar de não morar lá, mas utiliza o local para certas ocasiões e eventos).

O Templo de Debod é famoso por ter o melhor por do sol de Madri, além de nos presentear com uma bela vista do Palácio Real, da Catedral de Almudena e outras construções. Esse templo é uma construção egípcia e é o mais completo que pode ser visitado fora do Egito. Fica localizado no começo do parque del Oeste e a entrada é gratuita.

Quer nos ajudar a manter o blog? Então, quando for reservar seu hotel, utiliza o nosso link do booking ou vai na caixinha de pesquisa do booking que tem na página do blog. A gente fica muito agradecido!

O que conhecer perto de Madri? Existe um pueblo bem charmoso chamado Torrecuadradilla, com apenas 50 habitantes. Vale a pena conferir o post no blog azwanderlust.

Hospedagem:

Hostal Abami II – foi nossa primeira hospedagem, bem localizado, próximo da Gran Via, tudo parece novo e custo benefício excelente.

Hostal Art Madrid – fica bem próximo da Plaza Mayor.

Restaurantes:

Casa Jaguar – Comida deliciosa. Foi nosso primeiro jantar na cidade e o preço é mediano. Vale a pena pra quem quer comer bem.

Mu! El Placer de La Carne – Esse vale muito a pena, é um restaurante argentino que pagamos 10 euros no menu fechado (entrada, prato principal e sobremesa) e estava uma delícia!

 

 

There are no comments.

Post Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Search